Baile da Chita

História do Baile da Chita

Há mais de 55 anos a comunidade paulojacintense realizar um baile que deu o ponta-pé inicial no sentido de crescimento e desenvolvimento tanto no aspecto econômico como também no social e cultural.
A causa principal da criação do baile era a emancipação política, pois precisaríamos de dinheiro para contratar um advogado para defender a causa. Estando unidos naquela ocasião a senhora Josefa Barbosa, José Aurino de Barros e seu filho Djalma Barros, estavam discutindo como arranjar dinheiro para pagar o tal advogado. Nesse mesmo momento a própria Josefa Barbosa teve a idéia de fazer um baile para obter o dinheiro necessário e todos concordaram. Todos esses acontecimentos começaram por meio dos anos 50.E por que Baile da chita? É por que o tecido da época que tinha o grande impulso de comercialização era a chita, então os organizadores resolveram dar origem a está grande referência. Todas as rainhas vestiam vestidos de chita e os participantes também.Além da criação do baile, nasceu também uma outra idéia envolvendo a musicalidade da época; que foi a música conhecida como a chamadinha de abertura do baile, a famosa composição de Luiz Gonzaga e seu eterno parceiro musical Humberto Teixeira, a composição é a conhecida “Própria”.Durante os preparativos para o tal acontecimento, Josefa B. Barros teve outra idéia bem criativa, que foi a escolha de uma jovem bonita e apresentável. A rainha era eleita através dos fundos adquiridos, a que mais arrecadasse séria a eleita. Em meios a tanto avanços surgidos na cultura paulojacintense e propriamente a formação cultural, social e econômica desta gente, o baile vem sobrevivendo ao longo desse cinqüenta e seis anos (2008). Hoje, bem diferente daquela realidade, a rainha propriamente dita não é mais escolhida através de arrecadação, pois não se trata de emancipação política e sim toda uma continuação desta tradição, cabendo apenas aos seus associados decidirem através de voto direto ou por uma mesa julgadora vinda da capital.Um momento histórico foi à chegada de Luiz Gonzaga a Paulo Jacinto por convite do senhor José Aurino de Barros, Luiz estava de passagem pela região e ao saber que sua música era referência do referido baile, em agradecimento a comunidade fez um baile na cidade já emancipada.Outra informação interessante é que os visitantes que costumavam freqüentar a nossa cidade no período da realização desse evento viam de trem com grandes festejos e era a maior atração da época.
O Baile da Chita foi criado no dia 22 de julho de 1951. Teve como colaboradores, idealizadores e fundadores:

Srª. Josefa Barbosa Barros
Srª. Guinardi Barros
Sr. José Aurino de Barros
Sr. Sebastião da Costa Barros
Sr. Francisco de Assis Barbosa
Srª. Sebastiana Barbosa
Sr. Mario Leandro da Costa e outros.

Os acima citados, criaram o Baile da Chita; o maior evento sóciopolítico da História de Alagoas, um aspecto sócio-antropológico singular de maior importância que hoje merece ser estudada, nenhuma cidade Alagoana tem uma história parecida e tão bonita.
Atualmente, “Paulo Jacinto” além do Baile que acontece na Lagense, conta com a presença de bandas de nível nacional, sendo um evento fechado e ao ar livre, com toda segurança e comodidade. No baile acontece à tradicional escolha da rainha do Baile da Chita, onde as participantes são da comunidade. A decoração tanto ao ar livre como no espaço fechado é sempre muito colorida e florida, pois também é dentro dos padrões da chita, também há os bonecos de madeira por todos os lugares dando aquele ar mais interiorano em tudo, com bastante iluminação e chita por todo lugar dando um toque final à grande decoração, tudo superando a grande expectativa não só da população mais dos visitantes que se aglomeram nesta época na cidade.

Rosinha de propriá (O Hino do Baile da Chita)
Luiz Gonzaga

Tudo o que eu tinha
Deixei lá não trouxe não
Deixei o meu roçado
Plantadinho de feijão
Deixei o meu pai, minha mãe e meus irmãos
Por isso eu vou voltar pra lá}
Não quero mais ficar }BIS
Rosinha ficou lá em Propriá }

Ai, Ai, Ui, Ui, eu tenho que voltar }bis
A minha vida ficou lá em propriá }

Eu deixei pai, deixei mãe, deixei irmão
E com a Rosinha
Eu deixei meu coração
Por isso eu vou voltar prá lá
Não posso mais ficar
Rosinha ficou lá em Propriá